Cantigas d'amigo
La Batalla, Pedro Caldeira Cabral





medieval.org
cantigas.fcsh.unl.pt
EMI 177 525-1
, 1984 (LP)
EMI-Valentim de Carvalho 7 96523-2, 2000 (CD)








Lado A / Side 1

1. En Lixboa sobre lo mar   [2:27]   João ZORRO, sec. XIII
voz, guitarra latina, guitarra mourisca, 2 alaúdes e darabuka | voice, guittern, "guitarra morisca", 2 lutes and darabuka

2. Ductia   [3:12]    anónimo — mms M. Harley 978, sec. XIII
flautas doces, guitarra mourisca, 2 alaúdes e naqqâra | recorders, "guitarra morisca", 2 lutes and naqqâra

3. Ay eu coitada   [6:12]   Dom SANCHO I, c. 1199
voz, meio canho, lira, flauta doce, 2 alaúdes e dadó | voice, psaltery, lyre, recorder, 2 lutes and dadó

4. Vaiamos, irmana   [4:39]   Fernand' ESQUYO, sec. XIII
voz, flauta doce, fídula, pífaro de osso, 2 alaúdes e naqqâra | voice, recorder, medieval fiddle, bone pipe, 2 lutes and naqqâra

5. Ai flores, ai flores do verde pino   [5:19]   Dom DINIS (1280-1325)
voz, flauta doce, lira, 2 alaúdes e naqqâra | voice, recorder, lyre, 2 lutes and naqqâra



Lado B / Side 2

1. Cantiga 322   [2:37]   AFONSO X, O Sábio (1225-1284) · CSM 322
versão instrumental | instrumental version
dulçaina, charamela, 2 alaúdes, darabuka e tarija | "douçaine", shawm, 2 lutes, darabuka and tarija

Martim CODAX, sec. XIII
2. Ondas do mar de Vigo   [5:36]   ca I
voz, lira e 2 alaúdes | voice, lyre and 2 lutes
3. Mandad'ei comigo   [4:44]   ca II
voz, lira, flauta pastoril, 2 alaúdes e pandeiro com soalhas | voice, lyre, shepherd's pipe, 2 lutes and tambourine

4. Trotto   [2:10]   anónimo — L.BM. Add 29987, sec. XIV
lira, flauta doce, pífaro de osso, 2 alaúdes e naqqâra | lyre, recorder, bone pipe, 2 lutes and naqqâra

5. Cantiga 100   [2:50]   AFONSO X, O Sábio (1225-1284) · CSM 100
voz, gaita de foles medieval, flauta doce, 2 alaúdes, pandeiro com soalhas, naqqâra, címbalos e tambor | voice, bagpipes, recorder, 2 lutes, tambourine, naqqâra, cymbals and side-drum

6. 5ª  Estampida real   [1:49]   anónimo — mms B.N., Paris, Fr. 844, sec .XIV
gaita de foles medieval, flauta doce, 2 alaúdes, pandeiro com soalhas e tambor | bagpipes, recorder, 2 lutes, tambourine and side-drum


Contrafacta (faixas A1, A3, A4 e A5): proposto por José Augusto Alegria,
A problemática musical das Cantigas de Amigo, Lisboa — Fundação C. Gulbenkian, 1968.







La Batalla

Isabel Bìu — voice, meio canho e percussão
Pedro Caldeira Cabral — guitarra latina, meio canho, flauta doce, lira, fídula, dulçaina e gaita de foles medieval
José Pedro Caiado — charamela, flautas doces, pífaro de osso, flauta pastoril e guitarra mourisca
Nuno Torka — alaúde e címbalos
Jose Peixoto — alaúde e pandeiro con soalhas
João Nuno Represas — naqqâra, pandeiro con soalhas, darabuka e dadó

com a colaboração especial de
Alejandro Erlich-Oliva — guitarra mourisca (faixa A2 / band 2 side 1)

direcção de Pedro Caldeira Cabral / director







Instrumentos
· flauta doce tenor — Moeck
· alaúdes — popular de Marrocos
· percussões — Egipto, Marrocos e Pedro Caldeira Cabral
· guitarra mourisca — Marrocos
· charamela — Egipto
· flautas (segundo modelo medieval), guitarra latina, lira, dulçaina, meio canho, gaita de foles medieval, pífaro de osso e fídula — Pedro Caldeira Cabral

Produtor executivo / Executive producer - Paulo Gil
Assessor musical / Musical adviser - Alejandro Erlich-Oliva
Técnicos de gravação e montagem / Recording and balance engineers - Hugo Ribeiro e José de Carvalho
Capa (pintura) / Cover (painting) - Manuela Martinho
Capa (orientação gráfica) / Cover (lay-out) - Fátima Rolo
Fotografias / Photos - Carlos Ladeira
Traduções / Translations - David Evans

Gravação / recording - em 17 e 18 de Maio de 1984, em Mosteiro de Santa Maria da Vitória da Batalha
on 17- 18 May 1984 at the Monastery of Batalha, Portugal

Iluminuras do "Cancioneiro da Ajuda", existente na Biblioteca de Ajuda, em Lisboa
Medieval miniatures (front cover and inside) from the "Cancioneiro da Ajuda", belonging to the Ajuda Library, Lisbon



O grupo LA BATALLA nasceu de uma proposta do Museu/Mosteiro de Santa Maria da Vitória da Batalha, no sentido do criação de um núcleo de trabalho tendo por objectivo a execução de música medieval em espaços de propícios a sua prática (como sejam igrejas, capelas, claustros, castelos, etc.) com vista a sua animação funcional.

O grupo é formado por músicos com experiência em diversas áreas musicais, o que favorece uma abordagem musical fiel ao espírito do repertório que se tem dedicado.

LA BATALLA utiliza réplicas de instrumentos originais ou instrumentos baseados na iconografia medieval, tais como alaúde, guitarra latina, lira, meio canho, flauta doce, dulçaina, charamela, gaitas de foles, bem como percussões diversas.


The LA BATALLA group came about as the result of a proposal put forward by the Santa Maria da Vitória Museum/Monastery of Batalha to create a working group to play medieval music in places of suitable character such as churches, chapels, cloisters, castles, etc.

The group is made up by musicians with experience in different musical areas which contributes towards a musical approach faithful to the spirit of the repertoire they have chosen.

The members of the LA BATALLA group use replicas of original instruments based on medieval iconography such as the lute, guittern, lyre, psaltery, recorder, "douçaine", shawm, bagpipes as well as different instruments of percussion.








sonusantiqva.org

The Web SonusAntiqva
inicio home